Austeridade ontem e hoje: um vídeo sobre as ideias de Keynes

August 28, 2018

Como todos sabem, hoje, em vários países (inclusive no Brasil), os governos têm adotado as chamadas “medidas de austeridade”, com cortes em despesas não financeiras do Estado e medidas complementares. Entre as principais consequências de tais medidas, podem ser apontadas as seguintes: (i) o favorecimento dos interesses de quem controla massas privadas de capital financeiro e (ii) a concomitante precarização da fruição dos os chamados direitos econômicos, sociais e culturais. Neste último caso, são obstaculizadas práticas de consumo de crucial importância para a vida de indivíduos e grupos que formam, de longe, os maiores contingentes da população dos diversos países.

As “medidas de austeridade” são apresentadas pelos governos – e propagadas pela quase totalidade dos meios de comunicação corporativos – como necessidades incontornáveis, respaldadas por “conhecimentos” elaborados pela “ciência econômica”. O que recebe pouca atenção nos meios de comunicação de massa é o fato de que não há, entre economistas, um consenso sobre quais medidas de política econômica são as melhores para os diversos países no mundo hoje.

Para tentar apresentar ao grande público alguma diversidade de visões entre os economistas, a BBC produziu o vídeo acima, que aborda as contribuições das ideias de Keynes para o combate a situações de declínio da atividade econômica, tais como o desemprego. A apresentadora, no vídeo, aproveita para sugerir comparações entre a situação de estagnação econômica da época em que viveu Keynes e agora. Resulta clara a relevância das ideias do famoso economista para o enfrentamento de dificuldades econômicas contemporâneas.

Não espanta que a adoção de medidas de austeridade tenha suscitado firmes reações de economistas (ver, por exemplo, aqui, aqui e aqui) e também de juristas. Entre os exemplos de reações jurídicas estão diversos documentos produzidos por especialistas da Organização das Nações Unidas (ONU) preocupados sobre como a austeridade impacta a fruição de

Read the rest of this entry »

Advertisements

Evento da FD/UnB e King’s College London discute políticas sociais e austeridade

September 5, 2017

Em parceria entre o King’s College London (KLC) e a Faculdade de Direito da UnB, será realizada  nos dias 13-15 de setembro 2017 uma oficina acadêmica para discutir, em perspectiva multidisciplinar, os desafios de sociedades como a brasileira, diante de políticas de “austeridade”, que introduzem cortes em programas sociais e, portanto, limitam a efetividade de direitos fundamentais como os direitos à saúde, à educação e outros. O local do evento será o Centro de Excelência em Turismo (CET) da Universidade de Brasília, localizado no Campus Darcy Ribeiro.

page KCL-FD UnB event 2017b

A oficina tem o título “Desigualdade ou Capacidade Estatal? Fazendo a Economia Brasileira Beneficiar a Todos” (Inequality or State Capacity? Making the Brazilian Economy Work for Everyone) e conta com a coordenação dos professores Octavio Luiz Motta Ferraz (KCL) e Marcus Faro de Castro (FD/UnB). Um dos principais objetivos da oficina é pôr em contato jovens pesquisadores doutores, brasileiros e britânicos, com interesse sobre a temática abordada, a fim de que eventualmente formem produtivos laços de cooperação acadêmica.

Palestrantes especiais convidado(a)s são: Laura de Carvalho (USP), Marta Arretche (USP) e Anthony Pereira (KCL).

A apresentação do evento, publicada em sua página oficial, descreve nos seguintes termos o conteúdo que motivará as atividades:

Read the rest of this entry »