Bastidores da (des)regulação financeira nos EUA

Sabe-se que a reforma de leis dos EUA, que regulavam os mercados financeiro e bancário, integra a preparação do cenário em que foi gestada a crise de 2008, com graves repercussões sobre a economia global. Ver, por exemplo, a discussão aqui. E muitos dizem que a ação do governo americano no sentido de produzir a (des)regulação financeira resulta do lobby de financistas em Washignton (ver exemplo aqui).

Recentemente, foi produzido o documentário “The Warning”, da série Frontline, que narra diversos episódios de bastidores da desregulação de mercados financeiros (derivativos, fundos hedge, etc.), desde a era Greenspan, até a bancarrota do Lehman Brothers, passando pela “guerra” do governo contra a advogada Brooksley Born (que o jornal Washington Post chamou de “cassandra da crise do crédito“) e pela débacle da empresa financeira Long Term Capital Management há cerca de dez anos. Ver o filme aqui (passear com o mouse pela parte superior do vídeo para revelar os diversos segmentos cronológicos do documentário, que podem ser vistos separadamente).

O documentário vem num momento em que as propostas de reforma de re-regulação de mercados financeiros nos EUA enfrentam dificuldades políticas de serem aprovadas em Washington. O filme, portanto, pode acrescentar um peso na balança da opinião pública e ter reflexos sobre a atitude de legisladores.

De qualquer modo, trata-se de jornalismo competente. O documentário, de 55min, termina com uma advertência da “cassandra”. Ela diz que as crises financeiras se reptirão muitas vezes, se permanecer a ausência de regulação sobre o setor. É um filme que vale a pena ser visto por quem se interessa pelo tema.

– – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –

Veja neste blog a matéria correlata:

2 Responses to Bastidores da (des)regulação financeira nos EUA

  1. […] a proteger a fruição de direitos humanos, as premonições da “cassandra” (ver aqui) tenderão a tornar-se realidade mais […]

    Like

  2. […] financeiras e sua regulação em matérias, inclusive vídeos, para o grande público (ver aqui e aqui). O link citado por último remete a um vídeo (intitulado “Flipped“) em que é […]

    Like

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: